Mais notícias

Porto Alegre adere ao Minha Casa, Minha Vida 2

13/10/2011

A prefeitura da Capital assinou nesta segunda-feira, com a Caixa Econômica Federal, o termo de adesão à segunda etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), do governo federal. O MCMV 2 se inicia oficialmente em 31 de dezembro, mas a expectativa da prefeitura é começar a tirar do papel os contratos firmados para a construção de duas mil unidades na primeira versão do programa, atendendo a mais de 50 mil inscritos da chamada faixa 1 (de zero a três salários). No País, serão R$ 125,7 bilhões em investimentos - R$ 72,6 bilhões para subsídios e R$ 53,1 bilhões para financiamentos - e meta de construção de dois milhões de moradias até 2014 entre áreas urbanas e rurais.

O diretor-geral do Departamento Municipal de Habitação (Demhab), Humberto Goulart, acredita que esse será o momento de dar andamento aos projetos paralisados pelas incorporadoras, esperançosos em uma maior taxa de retorno nas construções. O lucro maior para as empresas, no entanto, Goulart atribui à redução de impostos municipais e o avanço em relação ao não desconto dos terrenos doados pela prefeitura - atualmente, são 12 áreas para doação -, que agora devem ser incorporados ao custo total da obra. Outra novidade esperada pela prefeitura é a construção de edificações com mais de quatro andares com elevador, aos quais devem ser agregado comércio, o que viabilizará a manutenção do prédio. Dois supermercados e dois bancos já demostraram interesse nesse tipo de espaço , que ficará sob propriedade do Demhab.

Continua